Notícias

Ficar sentado faz mal para a saúde. Corra!

Ficar sentado faz mal para a saúde. Corra!

Por: *Dra. Ana Gandolfi - São Paulo - 16/08/2016

Não é de hoje que se fala dos males de ficar muito tempo sentado. Estudo publicado na revista científica Lancet mostra que trabalhar oito ou mais horas por dia na cadeira aumenta o risco de morte prematura em 60%. Além disso, pode causar problemas na coluna e dores crônicas nas costas (mal que atinge 40% dos adultos).

Os problemas na região dorsal associados ao tempo no qual ficamos sentados no escritório geralmente surgem entre os 20 e os 50 anos de idade, justamente o período mais produtivo de uma pessoa no mercado de trabalho. Um dos agravantes para isso ocorrer é que, geralmente, quando estamos no auge de nossa profissão, sobra pouco espaço na agenda para fazer exercícios, uma das melhores atividades para prevenir dores nas costas.

Segundo um estudo realizado por cientistas de diversos países, realizar atividade física moderada durante pelo menos uma hora por dia é capaz de anular os efeitos nocivos de se trabalhar sentado por longas horas e até elimina o risco de morte trazido por isso.

Ou seja, a atividade física ainda é a melhor forma de prevenção de problemas de saúde, principalmente quando aliada a uma boa qualidade de vida, alimentação balanceada e redução do estresse. Nunca é demais lembrar que o sedentarismo – que inclui tanto as horas que você passa no escritório quanto as que fica no sofá – mata todos os anos cerca de 5 milhões de pessoas. Esse número de mortes é equivalente ao do tabagismo e maior do que o da obesidade. Além de também custar à economia global US$ 67,5 bilhões (R$ 220 bilhões) anualmente, mais do que o PIB do Paraguai. Desse total, US$ 58,8 bi são gastos com cuidados médicos decorrentes da inércia prolongada, além de US$ 13,7 bi que são perdidos todos os anos pela queda de produtividade no trabalho.

5 jeitos de minimizar males trazidos por passar o dia inteiro sentado

1 – A cada hora de trabalho, faça uma pausa, se levante, alongue o corpo e procure caminhar um pouco (para buscar um café ou ir ao banheiro, por exemplo).

2 – Evite ficar mais de 30 minutos sentado na mesma posição.

3 – Na hora do almoço, movimente-se. Você pode, por exemplo, subir ou descer escadas, caminhar em volta do quarteirão.

4 – Mantenha a postura correta enquanto está sentado e use uma cadeira com dimensões apropriadas para seu corpo. O assento deve ser firme e profundo o suficiente para suportar as pernas sem forçar o ângulo posterior dos joelhos. Deve ainda ter apoio para os antebraços e as bordas anteriores do assento (a ponta da cadeira) arredondadas. Isso vai evitar dores nas costas.


Postura correta ao sentar

5 – Ao ficar sentado, mantenha os pés apoiados, a coluna cervical ereta e encostada na cadeira. Regule a altura da tela do computador para que seu olhar fique na linha do horizonte, evitando dobrar o pescoço para baixo ou para cima (como na ilustração ao lado). Esse cuidado pode diminuir dores cervicais, a tensão concentrada nos ombros e até dores de cabeça.

6 – Faça exercícios regularmente, alimente-se bem e mantenha-se dentro do peso ideal. Realize exames médicos de rotina e procure um especialista ao sentir qualquer incômodo. Não se automedique ou espere o quadro se tornar crônico.

Dra. Ana Gandolfi é neurocirurgiã e especializada em lesões de cabeça e coluna relacionadas ao esporte (CRM/SP: 133.791)

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade