Notícias

Tenho hérnia de disco. Posso correr?

Tenho hérnia de disco. Posso correr?

É comum pessoas diagnosticadas com hérnia de disco (entenda mais sobre o problema abaixo) ficarem em dúvida se podem voltar a correr ou começar a praticar o esporte. A maior preocupação delas é que o exercício cause dor ou agrave a lesão no futuro. Isso faz com que muitos indivíduos fujam da atividade física (até mesmo as de baixo impacto), o que é um grande erro.

O sedentarismo só piora a situação de quem tem hérnia de disco. Além de levar ao ganho de peso (que agrava o problema), a inatividade faz com que os músculos ao redor da coluna fiquem fracos e não consigam proteger a coluna de impactos. O mais recomendado é realizar exercícios que fortaleçam a região do core (formada pelos músculos do abdome, da lombar e do quadril), que auxiliam a coluna a suportar o peso do corpo e a absorver impacto. Esse trabalho é tão importante que, até mesmo emagrecer sem realizá-lo pode agravar o problema, dependendo da atividade escolhida.

Se você tem hérnia de disco, não sente dor e nem indicação cirúrgica, está liberado para correr. No entanto, seu cuidado com o fortalecimento muscular deve ser redobrado. Mais: ao menor sinal de incômodo, interrompa a atividade física e procure um médico. Treinar com desconforto pode agravar o problema, além de aumentar o risco de outras lesões.

Caso tenha indicação cirúrgica, a boa notícia é que atualmente esse tipo de tratamento é muito seguro, minimamente invasivo e rápido. Dependendo da situação, o paciente sai do hospital em apenas dois dias e já pode levar uma vida normal depois de uma semana.

Hérnia de disco

Entenda o que é

A hérnia de disco é um problema que costuma acontecer nas regiões lombar e cervical, áreas da coluna mais expostas ao movimento e que suportam maior carga. O problema ocorre quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal, comprimindo as raízes dos nervos da medula espinhal. Daí, o quadro de dor. Os discos são estruturas aneladas e localizadas entre as vértebras da coluna espinhal e têm a função de amortecer o impacto entre uma vértebra e outra.

Dra. Ana Gandolfi é neurocirurgiã e especializada em lesões de cabeça e coluna relacionadas ao esporte (CRM/SP: 133.791)

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade